Légua & meia:
Revista de Literatura e Diversidade Cultural
 

Página inicial

Index

Expediente

e Conselho

Apresentação do 1º número

Critérios para Publicação

Números Publicados

Índice Geral

Alfabético

Nossas Publicações

SITE EM ATUALIZAÇÃO

 

 

Apresentação

do número 1

 

 

Rubens Alves Pereira

Antiga unidade brasileira de medida itinerária, a légua equivale a 6.600 metros. Na cultura popular, essa medida ganha formulações diversas e agrega sentidos figurados. Assim é que, registra o Dicionário Aurélio, o homem da roça chama de légua de beiço a uma distância abstrata, subestimada na forma de um “ali”, com o beiço inferior distendido numa determinada direção; fala-se às léguas ou às sete léguas, para indicar pressa, fuga rápida; e expressa-se, ainda, a medida de légua e meia, a significar distâncias muitas, longos percursos.

Légua & meia – composição sonora, expressiva, fincada no horizonte da cultura popular, ao mesmo tempo precisa e aberta às tantas outras léguas de ontem e de hoje que buscam divisar distâncias objetivas e imaginárias. Tomamos esse título emprestado: se não diretamente da língua saborosa do povo, ele nos veio através da denominação de um jornal de arte e cultura, editado nos anos oitenta em Feira de Santana, pelas Edições Cordel, sob a direção de Juraci Dórea e Antonio Brasileiro, a quem agradecemos aqui pela gentileza em ceder o título à nossa Revista, Légua & meia.

Ao assumirmos os desafios acadêmicos e editoriais de uma publicação como esta, não podemos nos enganar, tomando tal empreendimento como uma légua de beiço, pois os objetivos maiores não estarão logo “ali”, à nossa espera. Tampouco, não podemos capitular ante a légua e meia de obstáculos e desafios a enfrentar para garantir a desejável qualidade editorial – do projeto gráfico ao plano das idéias, passando pelo regime das imagens.

Abrimos este primeiro número de Légua & meia com a publicação de palestras proferidas no V CELL – Congresso de Estudos Lingüísticos e Literários da UEFS, realizado em maio de 2000, pelo PpgLDC e pelo Departamento de Letras e Artes. Tendo como título geral “travessias literárias: rotas, imagens e profecias”, o Congresso buscava uma ênfase em temas regionais e identitários que confluíam para a impreterível data memorativa dos 500 anos de Brasil.

Um ensaio fotográfico sobre o fabuloso painel de Lênio Braga, acompanhado por um texto de apresentação, separa o primeiro do segundo bloco de textos ensaísticos. Em verdade, a apresentação do painel tem início na capa da Revista, com reproduções coloridas de alguns trechos do imponente mural que, gravado em azulejos, cobre uma extensa parede no interior da Estação Rodoviária de Feira de Santana.

No segundo bloco de textos, predominam ensaios de professores do nosso recém-implantado Programa de Pós-Graduação em Literatura e Diversidade Cultural. E por fim, com o mesmo intuito de divulgar a produção acadêmica do seu corpo docente, segue uma rápida mostra dos livros publicados pelo programa editorial do PpgLDC, alguns dos quais já praticamente esgotados e em vias de reedição.

Crescer e diversificar-se é o sentido desta Légua & meia que se inicia. A todos convidamos a participar da caminhada. Ainda que criteriosamente traçados, os mapas, contudo, estarão sempre em curso, a cada texto, a cada leitura incorporando novos territórios. É preciso estar atento ao entorno, olhar as paisagens que, às margens do caminho, também nos atravessam ou nos definem a mirada.